Microsoft Power Platform


Olá pessoal,

[ATUALIZADO EM 22/07/2019]

Microsoft Power Platform não é uma novidade que veio com o lançamento do Dynamics 365 Spring Release (9.0.2), porém seu conceito e funcionalidades foram plenamente adotados dentro do ecossistema Dynamics, assim, podemos dizer que “por debaixo do capo” do Dynamics 365 existe a Microsoft Power Platform, baseada é claro no Azure!

Na imagem acima procurei, incluir todos os atuais componentes e sub-componentes existentes na plataforma, pois a Microsoft publicou (como você pode ver abaixo), uma ideia em mais alto nível que pode deixar algumas dúvidas no entendimento. Além disso, eu não poderia de deixar de mostrar o que duas palavrinhas (Dynamics 365) realmente significam…

Voltando ao diagrama que eu fiz… Imagino que ao olha-lo, a princípio algumas perguntas/dúvidas devam ter surgido, sendo assim, vamos lá…

Posso dizer que os últimos releases do Dynamics trouxeram muitas novas nomenclaturas, algumas vezes de algo que já existia, outras vezes de algo novo. Entendo que faz parte da construção e maturidade da plataforma, pois devemos lembrar, que não estamos falando de apenas um único software como era no início (CRM 4.0 e seus predecessores).

Deste modo nosso Dynamics CRM se transformou em Dynamics 365 em 2016, quando a Microsoft tomou a decisão de finalmente unir todos os produtos da família Dynamics (AX, CRM, NAV) em uma única plataforma.

Com o passar do tempo houve uma nova divisão dentro do Dynamics 365, basicamente tudo que antes conhecíamos como Dynamics CRM (Vendas, Marketing e Serviços), com adição de todas as novas apps que operam em conjunto com ele (Social Engagement, Voice of Customer, Unified Service Desk e etc), é agora chamado Microsoft Dynamics 365 Customer Engagement (CE)!

Dynamics 365 CE composto de diversas “caixinhas”, ou melhor Apps! Não se iluda em pensar que em uma semana de estudos você será um especialista em uma delas, porém não desanime, poucos conseguirão conhecer a fundo todas, assim, se especialize em algumas delas!

Mas então o que agora é o Dynamics 365?

Bom, o Dynamics 365 possui tudo que a imagem acima mostra mais (por enquanto) 4 outras apps:

  • Finance and Operations (Dynamics AX, para quem preferir)
  • Talent
  • Retail
  • Business Central (Dynamics NAV :))

Assim, a combinação resulta neste conjunto:

Bom, se não bastasse este “monte de caixinhas”, sendo que cada uma “é realmente um universo de conteúdo e funcionalidades”, chegamos na hora de olhar para o lado e ver que existe mais aplicações que embora não estejam dentro do Dynamics são extremamente integradas, deste modo, podem ser consumidas ou consumir o que existe no Dynamics (irei falar disso já já). Sem mais delongas, estou falando do Office 365 e Aplicações Web/Mobile:

Colocar o Office 365 como uma única caixa é realmente uma forma bem primitiva e resumida para não falar de Sharepoint, OneDrive, Forms, Teams, OneNote, Skype, Word, Excel…

Voltando a falar da plataforma, abaixo de tudo o que já foi dito estão os serviços/aplicações que estão fazendo o trabalho pesado que antigamente usávamos muitas integrações, exportação de dados, inúmeros softwares/serviços interdependentes, entre milhares de coisas a serem mencionadas. Iremos a camada queridinha da galera: PowerApps, Flow e Power BI, cada um deles precisariam de outros blogs como este, para destrinchar as funcionalidades…

Assim, Common Data Services (CDS) e Data Connectors fazem a penúltima camada da Power Platform, que sem ela não estaríamos falando de uma plataforma. Pois é a camada que oferece acesso aos dados em forma comum e também prove os conectores para acessar serviços externos.

Por fim temos o Common Data Model (CDM), como o próprio nome diz é um repositório genérico onde qualquer aplicação da plataforma conecta de forma nativa, mantendo todos os dados centralizados!

Espero que este post tenha ajudado a mostrar cada componente da Power Platform e que com isso suas dúvidas iniciais tenham sido sanadas. Pois eu sei, que o que escrevi é apenas o começo para explorar.

Alguns links que podem ajudar e que eu usei como referência deste post:

Maiores detalhes sobre cada App dentro do Dynamics 365

Power Platform (numa visão não tão técnica, mas com informações úteis)

Bom é isso por hoje!

[]’s,

Tiago

[ATUALIZADO EM 22/07/2019]

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.