CRM 2013 – Processos (Processos de Negócio)

Pessoal,

Dando continuidade neste série sobre os Processos (fluxos de trabalho e diálogos), neste post, iremos falar sobre Processos de Negócio (Fluxos de Processo Empresarial).

Os Processos de Negócio são uma das grandes novidades que a versão 2013 nos trouxeram, uma grande demanda de solicitações proporcionaram o recurso, várias empresas optam/possuem processos de negócios estruturados a ponto de indicar todo o processo de trabalho/atuação para determinados tipos de registro. Assim, os processos de negócio surgem para ternos “checkpoints” ou fases de trabalho dentro de cada registro.

Em outra partida, temos organizações que mesmo possuindo processos definidos optam por algo mais flexível quando falamos de uma implantação do processo em um software. A ideia da Microsoft então foi de deixá-los extremamente flexíveis, cabendo ao implementador optar por uma linha mais conservadora ou mais aberta.

Traduzindo para o dia a dia das organizações, podemos pensar em processos de negócio para por exemplo medir o andamento das oportunidades de negócio que minha equipe de vendas possui, podemos ter campos necessários para cada fase da oportunidade, na medida que a negociação vai andando, podemos solicitar novos campos, obrigar outros, invocar outros recursos (plugins, outros processos, JScript e etc), e o melhor de tudo… Transparente para quem está usando, pois o usuário vai só recebendo novas tarefas para executar sem ter a necessidade de saber o processo de negócio em sua totalidade, ou seja, a informações vem até ele, ele não precisa interagir sem que o processo o procure.

Apesar de ter escrito bastante acima, quero que realmente fique claro o objetivo/ideia dos processos, assim, posso usar outro exemplo, uma montadora de veículos, como podemos imaginar, um carro é composto de diversas peças, fases, equipes em sua fabricação, e tudo deve seguir um plano lógico e sequencial. Os processos de negócio do CRM poderiam organizar toda a fabricação em “N” fases e controlar o que seria necessário em cada um delas, como resultado final todas as peças seriam encaixadas em tempo certo e teríamos um carro.

Espero que agora tenha acabado com qualquer dúvida! rs

Bom, vamos à pratica, vou criar um processo para a entidade de Contatos:

empresarial_1

Uma nova tela será exibida e notem que não lembra nem de perto um fluxo de trabalho (clássico):

empresarial_2

Na minha opinião é o tipo de processo mais fácil para trabalharmos, temos duas preocupações Estágios (fases) e Etapas (atributos), o restante é intuitivo e simples para entendermos.

Na prática seria algo como, cada fase do processo de negócio seria um estágio, assim, etapas (informações) que antes não eram necessárias, agora figuram como parte desta fase, podemos obrigá-las ou apenas indicar seu preenchimento.

Veja um exemplo, com três estágios (Identificar, Obter fontes Contato e Preparar para Propor) e várias etapas em cada estágio:

empresarial_3

Outra informação interessante seria começarmos a exigir informações de outras entidades em um mesmo processo de negócio, nativamente já temos isso, quanto temos um cliente potencial e convertemos, sem perceber estamos no formulário de oportunidade. Deste modo, podemos criar novos processos para abranger várias entidades diferentes.

Vale lembrar que podemos ter vários processos para a mesma entidade, processos diferentes para perfis de usuários.

Podemos ativar nosso processo e navegar até um registro da entidade de Contatos:

empresarial_4

Notem que o processo que criamos já aparece ao abrirmos o registro de contato, temos os três estágios, tendo como estágio ativo o de Identificar, contendo três etapas (atributos). Para avançarmos os estágios basta clicarmos em “Próximo” (caso todas as etapas obrigatórias tenham sido preenchidas).

O objetivo é sempre termos o maior número de registros passando de fase, isso representará que nosso processo está em constante evolução. Não adianta termos vários apenas na última, isso pode representar que por exemplo não tenho novos clientes para vender.

O próximo post e último processo, será sobre Ações.

[]’s,

Tiago Cardoso

Anúncios

Sobre Tiago Michelini Cardoso

I have been working with IT since 2006, almost of this time using Microsoft Dynamics CRM/365 as a source of solutions. I graduated in Bachelor of Information Systems at FIAP (Brazil) in 2012. I really love what I do! Technology has been my interest since always. Even in a tool different world of the current. When we didn't have internet, tablets, smartphones e social networks! Although I have worked in some roles, I can't give up "the developer life". Even so far of the greatest developers. Development in general is the thing that I love to work! I started my contributions about Dynamics in 2010. At the beginning, I used to help at MSDN and TechNet forums. But now, I'm dedicating all my time in my personal blog! Currently, I have the enormous honour of being the only Brazilian who got the award for Microsoft MVP (Most Valuable Professional) for Microsoft Dynamics CRM/365 product. I have been receiving the award since 2012.
Esse post foi publicado em Dynamics CRM e marcado , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para CRM 2013 – Processos (Processos de Negócio)

  1. Tiago, uma pergunta.

    No meu caso eu tinha uma implantação do Dynamics 2011 que foi migrada para o Dynamics 2013.

    As oportunidades tinham um estágio definido através de um workflow que funcionava no 2011, só que agora com os estágios no 2013, está ocorrendo um problema. Ao entrar um uma oportunidade, ele pega a fase correta do banco de dados, mas na fitinha fica no primeiro estágio. Se mudar qualquer coisa, ele muda a fase do banco de dados para o primeiro estágio, obrigando a entrar de novo na oportunidade, selecionar o estágio correto para então salvar a oportunidade correta.

    Tem alguma idéia sobre como compatibilizar os estágios com as fases que estão no meu banco de dados?

    Obrigado.

    Leandro Fiore
    MyABCM

    Curtir

  2. Tiago, bom dia!
    Tenho uma dúvida a respeito dos processos: temos um fluxo que gostaríamos de acrescentar que seria um envio de e-mail 02 dias após a criação de uma oportunidade para que o gerente possa qualificar a Oportunidade (seria apenas um lembrete). Verifico que na consulta de condição, posso colocar esta opção de um período antes ou depois se eu selecionar “Processos” como entidade. Porém, quando eu salvo e fecho a condição determinada, ele não fica salva.
    Está faltando fazer algo nesta criação?

    Curtir

    • André,

      As etapas seriam:
      1 – Adicionar Etapa > Condição de Espera > Clique na Condição
      2 – No pop up que será aberto, selecione Variáveis Locais (Processo) > Tempo de Execução > Igual a > Dia = 2 > Depois de > Data de Criação (Veja que após clicar na data de criação o campo após o “Igual a” será preenchido > Clique em Salvar e Fechar
      3 – Adicione a etapa de Enviar Email e informe os atributos que forem necessários > Salve e Publique

      Para realizar um teste diminua para minutos o tempo.

      []’s,
      Tiago

      Curtir

  3. Rodrigo Cristo disse:

    Thiago,

    Eu tenho um workflow de pipeline de vendas no qual ele altera a fase do pipeline conforme o preenchimento de campos, por exemplo: Em qualificação eu tenho tres campos obrigatórios para prrencher, quando os mesmos são preenchidos, ele avança para o segundo estágio, mas no processo empresarial a bandeira não avança. Ele não deveria avançar com os campos devidamente preenchidos?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s